A indústria da Convergência e a internet das coisas
João Pessoa,
14 e 15 de Dezembro

Timobox, start-up com foco na indústria aposta na mobilidade digital

Com o intuito de incentivar os novos projetos de tecnologia e mídias digitais, a Conferência Internacional Brasil-Canadá 3.0 promove, em sua segunda edição, momentos de interação envolvendo uma competição entre dez start-ups brasileiras e dez canadenses. As start-ups canadenses já foram selecionadas para virem ao Brasil e têm participação confirmada no evento. As dez start-ups brasileiras, que também serão expositoras no evento, foram selecionadas no programa Start-Up Brasil e outras através da Aceleratech, são elas: Love Mondays, Timobox, BrasilbyBus.com, PhD Photo Dress, dod, WIKI4FIT, Estoks S.A, Professores de Plantão, ECONODATA e CargoBR.

No dia 3 de dezembro, as start-ups selecionadas terão a oportunidade de participar de uma competição e apresentar seus projetos a uma banca em São Paulo. Serão escolhidas duas empresas como vencedoras: uma empresa do Canadá e uma empresa do Brasil. O prêmio será uma viagem com despesas pagas para participar do Canada3.0, canada30.ca , que acontecerá de 26 a 28 de maio de 2014 em Calgary, no Canadá. O resultado da competição será anunciado no dia 6 de dezembro, durante a conferência em João Pessoa.

Uma dessas dez startups selecionadas para a competição, é a Timobox - www.timobox.com.br - , ferramenta de vendas para indústria que visa compilar as informações de produtos e pedidos entre o fabricante e o lojista em tempo real, gerando mais competitividade e economia de recursos de produção.

Segundo a CEO da Timobox, Fabiany Lima, a startup possui catálogo digital simples e customizado, gestão da área comercial, CRM para o vendedor, BI para a fábrica e gamefication. “Aproximamo-nos dos fabricantes ao construir a carteira de parceiros da Timolico e percebemos que, apesar de ser um setor bilionário, a indústria faz pouco uso da tecnologia”, declara.

Isso gera perdas de informação, erros operacionais e desperdício, na análise de Fabiany. “As opções no mercado estavam divididas em várias pequenas soluções de difícil e custoso acesso. Então resolvemos criar uma solução inteligente, eficiente, intuitiva e que permitisse melhorar o processo de vendas, dando ao vendedor uma ferramenta completa, e, à fábrica, controle sobre o processo”, identificou.

Quando decidiu criar a plataforma, e sem dispor de recursos, a equipe da Timobox recebeu uma proposta de investimento e a recusou, por considerar incompatível com a liberdade desejada de desenvolver o produto da forma como pretendia. “Hoje, sabemos que essa decisão uniu mais o time, e que a empresa está em melhor posição de negociação, despertando interesse de outros grupos de investidores”, avaliou.

Sobre a participação na Conferência, Fabiany diz que a expectativa é de aprendizado e troca de experiências. Para ela, estar na competição “já é uma grande vitória e com certeza isso nos trará muitos benefícios como networking e maior visibilidade internacional”.

Para aconselhar empreendedores iniciantes, ela dá três dicas: preparar-se financeira, emocional e determinadamente. “Problemas com dinheiro podem fazer você perder o foco; haverá dias bons e ruins, se manter equilibrado é o que te manterá empreendendo; e não escute se alguém te disser que é impossível. Só você conhece seu próprio sonho e pode realizá-lo”, desenvolveu.

A conferência Brasil-Canadá 3.0 é uma realização do Governo do Estado da Paraíba e do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e tem como patrocinadores master a Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid), Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC)Governo do Canadá e da Empresa Paraibana de Turismo (PBTUR). A edição deste ano acontecerá mais uma vez na Paraíba nos dias 5 e 6 de dezembro, no Centro de Convenções Poeta Ronaldo Cunha Lima, no polo Cabo Branco, em João Pessoa.

A Conferência reunirá Governo, Pesquisadores e Indústria de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para debater assuntos relacionados ao desenvolvimento e inovação. O título desta edição será “Processos criativos na indústria da convergência: oportunidades e desafios para a produção de conteúdo no ambiente da economia digital”.

Ascom